As atitudes dos fazendeiros reduzem a contagem de células somáticas no leite.

MAGGIE SEILER, EDITOR ASSOCIADO- Hoards Dairyman
“Se um fazendeiro tem uma atitude de ser responsável pela mastite na fazenda, haverá uma menor contagem de células somáticas do tanque de leite (SCC)”, explicou Peter Krawczel, da Universidade de Tennessee, na recente reunião anual da ADSA.

Krawczel e a colega pesquisadora Susan Schexnayder pesquisaram fazendas leiteiras em todo o Sudeste dos Estados Unidos para obter informações sobre as características agrícolas e relacionadas à mastite. De acordo com os números do USDA, cerca de 25 por cento das amostras de tanques em massa naquela região tinham um SCC acima de 400.000 e um adicional de 25 por cento tinha um SCC de 200.000 a 400.000.

“Produtores pró-ativos – aqueles que percebem que podem controlar a contagem do tanque a granel SCC, buscam informações de fontes confiáveis, estão diretamente envolvidos em atividades lácteas e tomam ações de gerenciamento de mastite antes que o tanque a granel SCC exceda 300.000 – e obtenham contagem de células somáticas menores no tanque de leite”, compartilhou Krawczel.

Os entrevistados que se descreveram como “preocupados com os impactos financeiros da mastite” ou “como tendo ansiedade sobre a mastite” eram mais propensos a ter um tanque com uma maior contagem de células somáticas SCC. A intervenção precoce também foi associada a SCCs menores, como fazendas que levaram a ação de gerenciamento quando o SCC de tanque a granel atingiu 300 mil tinham maior probabilidade de ter SCC mais baixa.
Os fatores que não estavam associados com SCC alto ou baixo eram o tamanho dos produtos lácteos, a produtividade, o nível de educação do operador e a renda fora da fazenda.

Curiosamente, as fazendas que tinham funcionários que falavam na mesma língua, como o operador, tendiam a ter SCC mais altos.

Os pesquisadores também pesquisaram fazendas que haviam saído do mercado nos últimos três anos. Essas fazendas eram mais propensas a ver ações que reduziram o SCC como caras e o valor dos prêmios de qualidade não era adequado para remunerar o valor do leite, em comparação com as fazendas em operação e que melhoraram o desempenho.

To comment, email your remarks to intel@hoards.com.
© Hoard’s Dairyman Intel 2017
July 17, 2017

About
Químico com especiliazação em alimentos Foi executivo das áreas da qualidade na Nestlé, Vigor, Kerry, Fuchs, Bel Alimentos e Mr. Bey. Foi gestor comercial da Idexx Brasil para as áreas de lácteos e Food Safety. É sócio da Food Suporte, consultoria para as áreas de alimentos e soluções para as indústrias e marketing e vendas para produtos científicos.

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text.